Posts

the dancing spider

com seus dedos de gigantes enterrados apontados para o céu (obrigada José Régio).

é pela paz que eu não quero seguir admitindo (Maria Rita, obrigada)

POESIA: de cristal

POESIA "Foda-se"

a dor do amor por Deus esculturada

Para Luiz-Olyntho Telles da Silva, 2

Para Luiz-Olyntho Telles da Silva, 1

restam teus dedos

POESIA "Mas não faz mal, quem ama não tem paz."

A blusa pendia ligeiramente para a direita

Divina, Brilhante, Etérea.

"engasgo-me de desejos físicos de palavras"